Sobre

Dr. Leonardo
Borges

Atividades atuais:

Proctor – Cirurgia Robótica Hospital Israelita Albert Einstein

Coordenador da Pós-Graduação em Cirurgia Robótica Urológica do Hospital Israelita Albert Einstein

Consultório médico



Experiência:


Urologista – Grupo de Uro-oncologia / Divisão de Clínica Urológica do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP – HC-FMUSP (2010 – 2018)

Urologista – Instituto do Câncer do Estado de São Paulo – ICESP (2010 – 2018)



Sociedades Médicas:

Membro Titular da Sociedade Brasileira de Urologia (TiSBU)

Membro Internacional da Associação Americana de Urologia (AUA)

Membro da Confederação Americana de Urologia (CAU)



Pós-Graduação / Especialização:

Doutorando na Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo – FMUSP (2017 – 2020)

Off-site Training Program for a Console Surgeon – da Vinci Surgical System (2012)

Obtenção do Título de Especialista em Urologia pela Sociedade Brasileira de Urologia (2010)

Observership em Urologia pela Wayne State University, Detroit-EUA (2008)



Residência Médica:

Residência em Urologia no Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo – HC-FMUSP (2007 – 2010)

Residência em Cirurgia Geral no Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo – HC-FMUSP (2005 – 2007)



Graduação:

Graduação em Medicina pela Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo – FMUSP (1999-2004)

Na Medicina, conhecimento e o refinamento técnico são uma obrigação, não um diferencial. Acredito que ser médico vai muito além disso.

Desde a minha chegada a São Paulo, aos 18 anos, não somente aprendi a minha profissão na Faculdade de Medicina da USP, onde me formei, fiz residência e me especializei em Uro-oncologia, mas também moldei e lapidei meu caráter.

Desde 2004, quando me formei, busco oferecer aos meus pacientes o que há de melhor, mais avançado e com melhores resultados possíveis.

Foi assim no tempo em que eu trabalhava no SUS, onde fui médico urologista do Instituto do Câncer do Estado de São Paulo – ICESP e da Faculdade de Medicina da USP até 2018, quando então decidi direcionar minhas energias para outros caminhos, também ligados ao ensino, à pesquisa e à assistência. O esforço continuou quando estive fora do país me aperfeiçoando, quando iniciei na cirurgia robótica e é assim até hoje.

A medicina é fluida, está em constante evolução e mudança. Temos que acompanhar esse processo.

Faço o que realmente gosto, com prazer. Encaro minha atividade como um ofício, vocação, doação. Vejo o bem que meu trabalho gera na vida de muitas pessoas e sou grato por vivenciar isso. Levanto todos os dias sabendo de onde eu vim, minha querida Uberaba em Minas Gerais e vejo onde eu já cheguei, urologista no melhor e maior hospital da América Latina. Durante a minha criação, meus pais me mostraram que a sua maior herança seria poder me entregar possibilidades. Valores, estudo, tudo era voltado para formar seus filhos e esse seria o maior bem que poderiam me passar, diziam. Dar meios para que eu crescesse e escolhesse os caminhos que me fizessem feliz.

Assim o fiz, e não me arrependo.

Tento ser digno de tudo que recebi até hoje, sei que a maioria não teve a mesma oportunidade.

Do interior e da infância trago até hoje comigo as paixões, influenciadas direta ou subconscientemente pelo meu pai: a medicina, a urologia (meu pai também é urologista na minha cidade natal!) e a paixão pelo mundo rural. O campo é meu refúgio e a minha fortaleza, onde recarrego as minhas energias, dissipo as minhas dúvidas e preocupações. É onde elevo o meu pensamento para algo diferente da medicina.

Acredito que todos deveriam ter algo assim na vida, uma segunda paixão, o que te tire da rotina do dia-a-dia.

Como sou grato por esse capítulo da minha vida.

Desde novo, sempre mergulhei nos projetos em que acredito. Determinação! Abdicar do imediato para chegar ao meu objetivo. Isso só tem me levado até onde eu nunca imaginaria chegar.

Enfim, hoje posso dizer que sou realizado por estar onde cheguei. Diria que meus maiores valores na prática médica são disponibilidade, atenção e humanismo - atributos que considero de primeira grandeza na profissão que escolhi. A valorização genuína da pessoa que confia a sua vida e o seu tratamento a você devem ser o norte de todo médico.

Ouvi de um antigo chefe, referência profissional e hoje amigo: “trabalhe primeiro, a recompensa vem depois”.

E assim o faço.

Dr. Leonardo Borges

Open chat
Agende sua consulta